Você sabe o que é o Selo Procel de Eficiência Energética?

Todo brasileiro precisa saber pelo menos interpretar esses dois recursos, que são muito importantes para quem busca economizar energia!

É através desses selos que conseguimos entender qual é o consumo médio esperado de qualquer aparelho que use energia elétrica para funcionar.

Através deles, conseguimos tomar decisões melhores e mais embasadas na hora de comprar, e não nos surpreender com uma escalada repentina da nossa conta de luz.

Vamos saber um pouco mais sobre o Selo Procel de eficiência energética?

O que é o PROCEL?

Lâmpada de filamento em cima de várias moedas

O PROCEL – Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – é um programa governamental criado em 1985, coordenado pelo Ministério de Minas e Energia e executado pela Eletrobras.

Muita gente acha, porém, que o PROCEL é uma espécie de INMETRO da energia, oferecendo certificações energéticas para os produtos.

Bom, é mais do que isso. O PROCEL como programa de governo executa ações que visam a eficiência energética em todo o país, sendo que esse seu lado mais voltado para o consumidor é apenas uma das suas responsabilidades.

Um exemplo simples: você percebeu que a iluminação pública passou por grandes mudanças desde as séries de apagões do final dos anos 90?

Foi a iniciativa Procel ReLuz, que inaugurou novos pontos em milhares de municípios e aumentou a eficiência dos postes através de novas tecnologias, como as lâmpadas LED.

O PROCEL também atua na redução do efeito estufa, buscando alternativas sustentáveis de energia, além de estar presente nos setores comerciais, industriais e residenciais, aplicando as políticas desenvolvidas pela Eletrobrás sob coordenação do Ministério de Minas e Energia.

O que é o Selo PROCEL de Eficiência Energética?

O selo PROCEL foi criado com o apoio do INMETRO, e serve para mostrar em detalhes o consumo de energia de eletrodomésticos, carros e outros objetos de consumo.

Para que qualquer produto receba o Selo PROCEL, é necessário que ele passe por uma série de avaliações segundo um critério mínimo de eficiência de energia.

O Selo Procel é dividido em várias categorias. Veja essa imagem para entender melhor:

Imagem de exemplo do Selo Procel

Como você pode ver, o Selo Procel conta com todas as informações de identificação do produto em questão, além de julgar sua eficiência energética de acordo com as letras que vão de A a G.

A é o mais eficiente, e G é o menos eficiente.

Além disso, outras informações importantes aparecem no selo. Nesse caso, de um refrigerador, podemos ver até a temperatura que o congelador chega, e o consumo exato em kWh/mês.

Só um adendo: o site do Procel é um ótimo recurso para entender qual é o consumo de qualquer aparelho.

Acessando, você consegue navegar por categorias e entender qual é o consumo médio do seu próximo eletrodoméstico, inclusive com as marcas.

Quais são as categorias que recebem o Selo Procel?

Com o objetivo de identificar os equipamentos e produtos que apresentam os melhores níveis de eficiência energética, existem diversas categorias de produtos que podem receber o Selo Procel, entre elas:

  • Eletrodomésticos: geladeiras, freezers, máquinas de lavar, tanquinhos, televisores, ventiladores, ar-condicionado e micro-ondas;
  • Iluminação: lâmpadas fluorescentes, lâmpadas de vapor de sódio, refletores, lâmpadas LED, reatores eletromagnéticos, reatores eletrônicos e luminárias LED;
  • Bombas, motobombas e motores elétricos;
  • Sistemas fotovoltaicos e sistemas solares de aquecimento de água (tanto o coletor quanto o reservatório);
Pessoa usando calculadora ao lado de moedas empilhadas e uma lâmpada.

O Selo Procel de Eficiência Energética é seu aliado na economia de energia

Eficiência energética não necessariamente significa gastar muita ou pouca energia. Mas sim, quanto é o gasto para atingir um objetivo.

Por exemplo: a maioria dos modelos de ar-condicionado gasta bastante energia. O processo de conversão de ar quente para ar frio requer uma grande troca energética.

A questão é o quanto esses aparelhos rendem. Eles realmente precisam gastar tanta energia para produzir o que estão produzindo?

Isso é eficiência energética, que eventualmente se transforma em economia de energia. Se todos os seus aparelhos forem eficientes, você gasta menos.

Seja em casa, no comércio ou na indústria, pensar em estratégias de eficiência energética é a virada de chave que consumidores precisam para pagar menos na conta de luz.

Quer se aprofundar nesse tema?

💡 Confira o nosso conteúdo: 8 dicas de eficiência energética para economizar energia na indústria

Share.

Deixe um comentário