Mulher em mesa com contas fazendo cálculos

Economizar energia durante o verão, e também em outras épocas, é um hábito importante que ajuda não só o meio ambiente, mas o bolso também. Para começar a economia, é preciso saber quais são os eletrodomésticos que mais consomem energia nessa época do ano.

Alguns de vocês já devem imaginar: ar-condicionado e ventiladores. Com certeza, esses eletrodomésticos contemplam todas as listas de grande consumo de energia elétrica.

Além desses, existem outros aparelhos que consomem o suficiente para te fazer repensar o uso descomedido, que vamos abordar nesse conteúdo e apresentar o consumo médio de energia de cada um.

Vamos começar?

Quais são os aparelhos que mais consomem energia no verão?

Pessoa colocando moeda em cofrinho de porquinho

Antes de começar a falar sobre cada um, é interessante já te mostrar uma lista completa dos aparelhos que mais consomem energia durante o ano todo, e não só no verão:

  • Forno elétrico; 
  • Ar-condicionado; 
  • Chuveiros; 
  • Videogame; 
  • Microondas; 
  • Secadora de roupas; 
  • Ferro de passar; 
  • Lavadora de louças.

Esses são todos os eletrodomésticos que vamos abordar neste texto de modo geral, com destaque para ventilador e o ar-condicionado, que são os grandes vilões de consumo no verão.

Mas, continue na leitura, pois alguns deles têm variações importantes no funcionamento,
Começando com o forno elétrico, que é o que possui a maior variação:

1 – Forno elétrico

Mulher retirando travessa de um forno usando luvas térmicas.

Existem duas variações para o forno elétrico: o que não tem manta protetora e o que tem.

O forno elétrico com manta protetora consome bem menos energia, já que ele conserva a temperatura por mais tempo.

Um forno elétrico sem manta térmica pode chegar a consumir até 0.91kWh, enquanto os que têm o isolamento consomem em média 0.67kWh, segundo dados do portal de avaliação de produtos Harpyja.

Sem a manta térmica, um forno elétrico pode ter o custo próximo ao de um forno muito maior a gás, instalado em um fogão de 5/6 bocas.

Fique atento na hora de comprar! O preço dos fornos elétricos com a manta térmica é maior, mas a diferença na sua conta de luz vai ser grande no longo prazo.

🍃 Leia também: Economia de energia e suas contribuições para o meio ambiente.

2 – Ar-condicionado

Homem fazendo manutenção em condensador de ar condicionado em cima do telhado.

Durante o verão, uma das preocupações de muitas pessoas é a conta de luz, que costuma aumentar bastante devido ao uso mais intenso de aparelhos elétricos, especialmente do ar-condicionado.

Infelizmente, o ar-condicionado pode ser considerado o grande vilão da conta de luz durante o verão, por diversos motivos. Entre eles:

  • Consome uma grande quantidade de energia elétrica para funcionar, que varia de acordo com o modelo e a potência do aparelho, mas pode chegar a vários quilowatts-hora;
  • Exagero no uso do ar-condicionado, deixando-o ligado durante todo o dia e em temperaturas muito baixas

Fizemos um cálculo com o consumo de 5 modelos disponíveis no site do Procel, todos split, e descobrimos que o consumo médio mensal de um ar-condicionado é em torno de 349,62 kWh quando utilizado 8 horas diárias, 30 dias no mês.

Pesado, não é?

Mas como economizar com o ar-condicionado?

Diante de todos esses fatores que pesam no bolso e prejudicam também o meio ambiente, é importante buscar alternativas para reduzir o consumo de energia do ar-condicionado durante o verão.

Uma delas é utilizar o aparelho de forma mais consciente, evitando deixá-lo ligado por muito tempo e em temperaturas muito baixas. Além disso, é possível investir em soluções mais sustentáveis, como o uso de ventiladores e o aproveitamento da ventilação natural do ambiente.

Para se ter uma comparação, de acordo com os dados do site PROCEL Info, o ar-condicionado tipo split de 10.001 a 15.000 BTU/h tem um consumo médio mensal de 193,76 kWh, se ligado por 8 horas diárias.

Fazendo um cálculo com o ventilador de mesa da imagem abaixo, de 65 Watts, o consumo em 8 horas diárias por 30 dias, seria de apenas 15,6 kWh. Já o climatizador de 150W de potência teria um consumo de 36 kWh.

Ventilador e climatizador com suas respectivas potências sendo explicadas.

Chegamos nesses números de Consumo Médio Mensal em kWh com a seguinte fórmula:

Potência (W) x Nº de horas utilizadas x Nº de dias de uso ao mês
1.000

Então, já sabe: se precisa economizar energia com o uso do ar-condicionado, nossa recomendação é ligar o aparelho durante a noite. Para o dia, prefira os ventiladores ou climatizadores e deixe as janelas abertas.

3 – Chuveiro elétrico

Homem com touca atrás de cortina de chuveiro.

Podemos dizer que o chuveiro é um inimigo da conta de luz o ano todo.

No verão, os chuveiros são uns dos aparelhos que mais consomem energia, porque a frequência de banhos aumenta bastante.

Porém, apesar de ser comum tomarmos mais banhos no verão, em épocas mais frias, os chuveiros são mais utilizados no modo inverno, o que também faz com que o consumo seja maior.

Segundo o site do Procel, o chuveiro elétrico de 4.500 W consome, em média, 72 kWh por mês. Enquanto isso, o de 5.500 W pode chegar a consumir 88 kWh.

O Procel recomenda uma utilização diária de 30 minutos nos chuveiros, e nós endossamos bastante esse número. Banhos muito longos têm impactos diretos na conta de luz.

🔌 Leia também: Diferenças entre as bandeiras verde, amarela e vermelha na sua conta de luz

4 – Videogames

Mulher com controle de videogame na mão e usando um headset.

Pouca gente sabe, mas os videogames são uns dos aparelhos que mais consomem energia.

A NDRC, ONG americana que mede o impacto ambiental de eletrônicos, identificou que um PlayStation 5 ou Xbox Series X chegam a consumir até 200 kWh.

Equipamentos mais antigos, como o Xbox One e o PlayStation 4, podem chegar a gastar até 180 kWh.

Uma dica para consumir menos energia que não envolva jogar menos? Não use serviços de streaming nos seus consoles.

Ainda segundo a NDRC, esses serviços chegam a gastar de 10 a 25 vezes mais energia quando utilizados nos videogames do que quando utilizados nos aparelhos de uso específico, como o Apple TV, Google Chromecast, Amazon Fire Stick e qualquer TV Box.

5 – Microondas

Mulher esquentando uma caneca de café no microondas.

Muita gente nem imagina que o microondas não é um dos aparelhos que mais consomem energia. Mas ele é um vilão na conta de luz de quem usa muito.

O microondas, segundo o Procel, consome 13,98 kWh ao mês. A boa notícia é que ele não é muito usado no dia a dia: o programa estima que sua utilização ao longo do dia é de 20 minutos, em média.

De qualquer forma, economizar energia com o microondas é possível. Evite abrir e fechar a tampa, porque isso resfria o alimento; retire o aparelho da tomada quando não estiver usando; e prefira usar o forno a gás quando for fazer alguma receita mais demorada.

💸 Leia também: 5 dicas para economizar energia

6 – Secadora de roupas

Veja essa comparação só para terminar o assunto: a secadora de roupas tem um consumo médio mensal de 14,92 kWh, 1 kWh a mais que o forno microondas.

Interessante como um equipamento tão grande e que lida com tantas roupas ao mesmo tempo consuma tanto quanto um microondas que “só” esquenta a comida, não é?

Mas segundo o Procel, a secadora de roupas vem com um problema extra: ela é usada por mais tempo, três vezes mais que o microondas.

Em épocas onde o consumo de energia é naturalmente maior, é recomendável evitar o uso do modo de secar e deixar as roupas secando naturalmente, no sol.

7 – Ferro de passar

Senhora passando roupa em tábua

O ferro de passar funciona do mesmo jeito que um chuveiro: através de uma resistência elétrica.

Todos os aparelhos que usam resistência elétrica acabam consumindo uma grande quantidade de energia. A diferença do chuveiro é que os banhos são curtos, enquanto passar roupas é um processo que pode demorar até horas.

E nesse meio tempo, é comum deixar o ferro de passar ligado na tomada, gastando energia.

O Procel não nos dá a informação de quanto um ferro de passar consome, mas é possível chegar em um número usando a mesma fórmula que mais acima, com a fórmula:

Potência (W) x Nº de horas utilizadas x Nº de dias de uso ao mês
1.000

Seguindo essa fórmula, um ferro de passar de 1000 W de potência, usado por 2 horas 10 dias no mês, vai consumir até 20 kWh, uma quantidade próxima do chuveiro e do microondas.

⚡ Leia também: Energia Renovável é só a fotovoltaica?

7 – Lavadora de louças

A lavadora de louças é um dos aparelhos que mais consome energia em qualquer época do ano.

Segundo o Procel, ela chega a consumir mensalmente 30,86 kWh com um uso de 40 minutos por dia.

Esse valor é altíssimo! Uma máquina de lavar roupas, para comparação, consome 1,76 kWh, quase 30 vezes a menos que a lava louças.

Portanto, para economizar na conta de luz reconsidere o uso constante da lavadora de louças.

Homem colocando louças para lavar em lavadora de louças, eletrodoméstico que mais consome

Você sabia que, além do impacto dos aparelhos que mais consomem energia na conta de luz, o horário em que eles ficam ligados também pode impactar na sua fatura no final do mês?

É por isso que as mantenedoras estaduais de energia pedem para que a população consuma menos durante alguns horários determinados – para evitar sobrecarga da rede.

Esse é um assunto super bacana de desenvolver, e temos um texto no blog falando tudo sobre os horários de pico de energia.

Vou ficar te esperando lá. Obrigado pela leitura e a gente se vê!

Share.

Deixe um comentário